quarta-feira, setembro 21, 2022
Home Partidos Quem faz política como Lula e Bolsonaro no mundo?

Quem faz política como Lula e Bolsonaro no mundo?

by Editor
0 Comente

Os desafios atuais têm uma escala global. É só olhar para a pandemia, pro aquecimento global e pra guerra da Ucrânia. São desafios que um país só não consegue resolver. E claro que isso vale também para os movimentos políticos. Eles influenciam uns aos outros e mais do que nunca os países precisam de apoio internacional para ganhar eleições e governar. Onde Lula e Bolsonaro se inserem neste cenário global? O que que representam as posições políticas deles no espectro político mundial? Vamos Conversar? Vocês se lembram quando Macron liderou uma pressão internacional contra Bolsonaro por causa do aumento das queimadas na Amazônia. Isso foi em agosto de 2019 e o presidente francês disse que ia bloquear o acordo do Mercosul com a União Europeia. O Bolsonaro respondeu isso aqui. Essa briga dos dois, vale ser analisada. Primeiro, porque o Brasil é o detentor da maior floresta tropical do mundo e muitos especialistas dizem que a destruição da Amazônia seria uma catástrofe de proporções climáticas globais. Por isso, a política de desmonte dos órgãos de fiscalização do atual governo gera uma preocupação em todo o mundo. A ponto de um acordo comercial importante ter sido colocado na geladeira, por conta da política ambiental do Bolsonaro. E outro aspecto é do Bolsonaro se autodenominar na entrevista como centro-direita. O que não é o que os analistas políticos dizem. Centro direita é exatamente a posição política do presidente francês, Emanuel Macron.

Vamos ver a posição política do Bolsonaro e do Lula? Atualmente para determinar a posição política de alguém, o mais comum é usar a bússola política que usa duas réguas. Uma para medir se a pessoa é de esquerda ou de direita. E uma segunda régua, com uma dimensão social, que varia de autoritário a liberal. O Bolsonaro e o movimento dele tem as seguintes posições: pró-armas, defesa da família, nacionalismo, conservadorismo, defende uma economia de mercado, autoritarismo e choques constantes com a democracia. Isso coloca ele à direita pela posição pró-mercado e bem em cima pelas posições autoritárias que ele tem tomado. A questão aqui é quão autoritário. Este professor da universidade de Yale chega a chamar o Bolsonaro de fascista. A principal estratégia dos Bolsonaros e Trumps do mundo é de argumentar que a ameaça real é o politicamente correto e fascismo é o que você precisa para se proteger. Essas pessoas histéricas sobre o politicamente correto? Elas são soldados do fascismo. E as posições do presidente brasileiro anticiência mesmo durante a pandemia fez com que um pesquisador dissesse que ‘Bolsonaro era o líder da ultradireita mais ignorante e mais isolado do mundo”. Isso nas palavras deste pesquisador holandês. Vale lembrar que o presidente brasileiro desobedeceu constantemente às recomendações da Organização Mundial da Saúde em plena pandemia da Covid-19. Internacionalmente, Bolsonaro se linha a movimentos e governos contra globalização e ultranacionalistas, como a Hungria e a Rússia e tem uma diplomacia muito ideologizada. Ele se inspira muito no ex-presidente americano Donald Trump.

O Brasil tem, inclusive, organizado uma versão local de um evento ultranacionalista super importante, que originalmente vem dos Estados Unidos. O Bolsonaro se encaixa numa terceira onda de autocratização, ou seja, de erosão da democracia, que acontece em todo o mundo. Diversas pesquisas mostram que a reeleição sempre é um momento chave nestes países que estão numa escalada autoritária. Isso aconteceu na Hungria, por exemplo, que recentemente, inclusive, ofereceu ajuda para a reeleição do aliado Bolsonaro. Mas e o Lula? Baseado no que foi o governo do petista e no programa atual, ele pode ser considerado um social-democrata. E não um comunista, como muita gente diz. A gente fez um vídeo, inclusive, sobre isso
e vale a pena dar uma olhada. Social-democrata quer dizer alguém que defende uma economia de mercado, mas com uma regulação do Estado para corrigir as desigualdades sociais. Ou seja, na esquerda do espectro político, mas próximo do centro. Quando esteve no poder, Lula respeitou a democracia e tem uma postura liberal. Defende, por exemplo, bandeiras como o direito das mulheres e dos movimentos LGBTQIA+ Na bússola política, isso coloca ele no espectro oposto ao do Bolsonaro na esquerda e liberal. Internacionalmente, Lula se notabilizou pelo combate a pobreza e chegou a ganhar diversos prêmios por isso. Ele defendia que a pobreza era a raiz de muitos problemas mundiais, como o terrorismo e o narcotráfico. O ex-presidente tinha uma política externa multipolar, com vários parceiros comerciais e políticos. E reforçou o comércio sul-sul e também a troca entre os BRICS. O grande calcanhar de Aquiles dele neste caso é que em algumas vezes, ele evitou criticar regimes de esquerda, como Venezuela, Cuba e Nicarágua, que são conhecidos violadores dos direitos humanos. Atualmente, Lula tem aproveitado este isolamento do Bolsonaro e se encontrado com chefes de Estado em todo o mundo. Este é ele no Parlamento Europeu. Mas e você?

Quer fazer um teste para ver se você pensa parecido com quem você está pensando em votar?

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

Sobre Nós

Site totalmente independente, sem apoio partidário ou vínculo com políticos. Aqui somos a voz do povo.

 

@2022 – Todos Direitos Reservados